Portal online:
Download: Edital de Bolsas de Estudo Nº 001/2019
Limpar todas

Professora do Ruy Barbosa vai atuar como juíza em torneio no Uruguai

quarta-feira, 22 de maio de 2019
Galeria de fotos

A professora de Robótica e Educação Tecnológica do Colégio Sinodal Ruy Barbosa, Julia Vieira, foi convidada para atuar como juíza na etapa internacional do torneio de robótica - para crianças e jovens entre 9 e 15 anos. O evento será realizado entre os dias 29 de maio e 2 junho, em Montevidéu, no Uruguai. Os participantes precisarão construir robôs para cumprir missões, desenvolver valores e realizar uma pesquisa relacionada ao tema.

“Fiquei muito feliz com o convite. É uma alegria aprender, ensinar e ver o despertar da curiosidade e da tecnologia em cada criança. Tudo de maneira bem lúdica na mesa de competição proposta pelos organizadores. Além de tudo representar o nosso Alto Vale vai ser muito bom também”, revelou Julia.

Nos torneios internacionais, os times seguem com o desafio Into Orbit (Em Órbita). Os estudantes precisam pesquisar sobre as questões relacionadas a viver e viajar no espaço e devem identificar e propor uma solução inovadora para um problema físico ou social enfrentado durante as viagens de exploração espacial.

“Na arena os robôs feitos pelos próprios alunos ainda precisam cumprir missões como se locomover em áreas com crateras, ajudar um astronauta a voltar em segurança para a base espacial e até mover satélites para a órbita”, explicou Julia.

Depois do principal mundial de robótica, em Houston, nos Estados Unidos, em abril, o calendário de torneios internacionais promovidos pela organização estadunidense FIRST em parceria com a LEGO segue com grande participação brasileira. Único torneio da FIRST e LEGO na América Latina, o Aberto do Uruguai é o que vai reunir o maior número de equipes brasileiras: oito no total.

Serão três equipes do SESI de São Paulo:  X-Force (Bauru), Biotech (Barra Bonita) e Big Bang (Birigui), uma do SESI de Alagoas: Robocamb (Maceió) e uma do SESI de Brasília: Legofield. As outras três são de escolas do Rio Grande do Sul: Galilegos (Colégio Santa Inês - Porto Alegre), Tecnoway (Rede Caminho do Saber - Caxias do Sul) e Just4Fun (Colégio Marista Pio XII - Novo Hamburgo). O torneio em Montevidéu vau reunir 66 equipes de países como Argentina, Colômbia, México, Estados Unidos, Espanha, África do Sul e Israel.

Compatilhe... link:
Professora do Ruy Barbosa vai atuar como juíza em torneio no Uruguai

A professora de Robótica e Educação Tecnológica do Colégio Sinodal Ruy Barbosa, Julia Vieira, foi convidada para atuar como juíza na etapa internacional do torneio de robótica - para crianças e jovens entre 9 e 15 anos. O evento será realizado entre os dias 29 de maio e 2 junho, em Montevidéu, no Uruguai. Os participantes precisarão construir robôs para cumprir missões, desenvolver valores e realizar uma pesquisa relacionada ao tema.

“Fiquei muito feliz com o convite. É uma alegria aprender, ensinar e ver o despertar da curiosidade e da tecnologia em cada criança. Tudo de maneira bem lúdica na mesa de competição proposta pelos organizadores. Além de tudo representar o nosso Alto Vale vai ser muito bom também”, revelou Julia.

Nos torneios internacionais, os times seguem com o desafio Into Orbit (Em Órbita). Os estudantes precisam pesquisar sobre as questões relacionadas a viver e viajar no espaço e devem identificar e propor uma solução inovadora para um problema físico ou social enfrentado durante as viagens de exploração espacial.

“Na arena os robôs feitos pelos próprios alunos ainda precisam cumprir missões como se locomover em áreas com crateras, ajudar um astronauta a voltar em segurança para a base espacial e até mover satélites para a órbita”, explicou Julia.

Depois do principal mundial de robótica, em Houston, nos Estados Unidos, em abril, o calendário de torneios internacionais promovidos pela organização estadunidense FIRST em parceria com a LEGO segue com grande participação brasileira. Único torneio da FIRST e LEGO na América Latina, o Aberto do Uruguai é o que vai reunir o maior número de equipes brasileiras: oito no total.

Serão três equipes do SESI de São Paulo:  X-Force (Bauru), Biotech (Barra Bonita) e Big Bang (Birigui), uma do SESI de Alagoas: Robocamb (Maceió) e uma do SESI de Brasília: Legofield. As outras três são de escolas do Rio Grande do Sul: Galilegos (Colégio Santa Inês - Porto Alegre), Tecnoway (Rede Caminho do Saber - Caxias do Sul) e Just4Fun (Colégio Marista Pio XII - Novo Hamburgo). O torneio em Montevidéu vau reunir 66 equipes de países como Argentina, Colômbia, México, Estados Unidos, Espanha, África do Sul e Israel.

Compartilhe esta foto
Compartilhe este álbum
0 Vote
Slide Show
Download do álbum completo